FESA e ENAGBE enviam mais de 57 bolseiros à China

Ferramentas

Cerca de 57 jovens estudantes angolanos beneficiaram de bolsas da FESA e do INAGBE para República Popular da China com objectivo de prosseguir os seus estudos nas diversas instituições de ensino superior desse país asiático.

Deste número, 42 bolseiros serão contratados pela Fundação Eduardo dos Santos e 15 pelo Instituto Nacional de Gestão de Bolsas de Estudo, INAGBE. Segundo uma nota de imprensa divulgada pela Embaixada de Angola na China, os jovens são provenientes de várias  províncias do país. Quanto às áreas de formação, destacam-se a engenharia eléctrica e civil,  farmácia e informática.

O documento refere ainda que anualmente o governo chinês disponibiliza 230 vagas para jovens angolanos prosseguirem os estudos nas instituições de ensino superior na República Popular da China.

A acção resulta de um protocolo  de formação entre os dois governos na área da formação para o cumprimento das metas fixadas no Plano Nacional de Desenvolvimento de Angola 2013-2017 para o sector do ensino.