João Paulo Ganga aponta corrupção como causa do mau estado das estradas em Angola

Ferramentas

O sociólogo e analista de assuntos sociais, João Paulo Ganga, apontou a corrupção institucional no processo de adjudicação das obras públicas como a principal causa do estado degradado das estradas no país. 

Associada à corrupção, João Paulo Ganga destacou também a falta de fiscalização das obras públicas em particular as estradas, tendo afirmado que "não é admissível uma estrada ser reparada quatro ou cinco vezes em pouco tempo".

Outra questão levantada pelo sociólogo prende-se ao desenho e estrutura das estradas no país, "onde em muitos pontos não é possível visualizar vias para passagem de veículos com emergência, como ambulância, bombeiros, protocolares e outros". A nível nacional, as estradas com maior índice de degradação são as que ligam Luanda às outras províncias, nomeadamente a estrada Luanda - Benguela, Luanda - Malanje, Dondo - Kibala-Waku Kungo, devido ao maior fluxo de veículos que circulam diariamente.

O assunto foi levantado no âmbito do programa do executivo em reabilitar mais de mil quilómetros de estrada no próximo ano (2017),  tendo sido tema de debate na TV Zimbo.