Dicas - Vão casar, convidaram-me, e agora?

Ferramentas

Matrimónio, casamento, festa, união, reunião de familiares e amigos, espaço para simultaneamente celebrarmos o amor e a vida.

Ora, em ocasiões de festejo, todos queremos causar boa impressão, e além de tudo sentirmo-nos bem connosco estando de acordo com a solenidade do evento para o qual fomos convidados. O bom aspecto e a preocupação pelo nosso look, de alguma forma pode retratar a relação que possuímos com os anfitriões da festa e a importância que atribuímos a tal acto. Assim, primamos por nos adequarmos à efeméride não só em termos comportamentais, mas também na indumentária que deverá ser previamente preparada e rigorosamente seleccionada.

Então, e de que forma poderemos condizer exactamente com a tipologia da celebração matrimonial? Pois bem, ao recebermos o convite que, sempre que possível, deverá ser entregue com três meses de antecedência, pessoalmente e em papel, pelos noivos e pelos seus pais (se estes forem os promotores da festa) deveremos certificar-nos de vários pormenores inerentes à festa. Estes detalhes têm que ver com a tipologia de cerimónia [civil ou religiosa (que religião)], hora e local da mesma. A par com os detalhes anteriormente evidenciados deveremos, igualmente, levar em consideração se, no pós-cerimónia, a festa obedece a alguma temática e precaver o grau de solenidade do acto.

Refira-se que, o convite é um precioso aliado para percebermos a tal solenidade do acto e o dress code indicado. Sempre que a festa assume especial pompa deverá ser indicado expressamente o tipo de indumentária a ser apresentado pelos convidados. De realçar, igualmente, que nestes casos, no convite deverá apenas constar o traje indicado para o homem, sendo que, a mulher deverá saber adornar-se em consonância com o seu companheiro, e para isso existem algumas regras.

Posta esta etapa, é altura de aliarmos os nossos gostos pessoais às tais normas que se diferenciam segundo as variáveis acima indicadas, a recordar: tipo de cerimónia, hora e local, tema e solenidade da festa. A estas ainda acresce o parentesco ou o papel que iremos desempenhar enquanto participantes da festa (pais, avós, padrinhos, meninas(os) das alianças ou anjinhos, damas de honor ou simples convidados).