Adeptos do Petro de Luanda divergem-se quanto à candidatura de Isabel dos Santos à presidência do clube

Ferramentas

Os adeptos do clube desportivo Atlético Petróleos de Luanda reagiram hoje à notícia veiculada pelo clube sobre a candidatura da empresária Isabel dos Santos à presidência da organização.

Numa das páginas do clube no Facebook, os adeptos apresentaram opiniões divergentes. Enquanto uns deram as "boas-vindas", à candidatura, considerando o poderio financeiro como uma mais-valia para clube, outros são apologistas de que o poder financeiro é requisito suficiente. Para estes últimos adeptos, é também necessário que a candidata seja conhecedora do desporto.

 Por outro lado, o facto de Isabel dos Santos ser filha do Presidente da República não escapou dos comentários dos adeptos, que criticam uma tendência de centralizar o poder o e os negócios numa só família.

 "Se é para o bem do clube está bom, porque precisamos de alguém com capital tão grande... Ela seria a pessoa certa para o nosso Petro de Luanda", escreveu Bernardo Simão Pedro. Para Alfredo João Alfredo, o facto de ser filha do Presidente da República não vem ao caso, "mas se for presidente do Petro de Luanda com certeza trará muitas inovações".

As eleições estão marcadas para o próximo sábado, 17 de Setembro e candidatam-se para o cargo de vice-presidente da Assembleia-Geral Paulino Jerónimo, ao passo que para o cargo de presidente do Petro de Luanda disputam a cadeira Tomás Faria e Isabel do Santos.