Artesanato contribui na divulgação da cultura angolana no exterior, denfende Cornélio Caley

Ferramentas

O secretário de Estado da Cultura, Cornélio Calei, defende que as peças de artesanato têm contribuído na divulgação da cultural angolana no exterior.

O responsável, que falava à imprensa  durante um encontro de auscultação realizado pelo Ministério da Cultural sobre a nova lei do artesanato, afirmou que a cultura sempre representou Angola no exterior, demonstrando a riqueza do país, contando a história através da arte, tendo acrescentado que a aprovação da futura lei irá proporcionar aos fazedores de artes melhores condições para a realização das suas actividades e regulamentação deste sector cultural.

Na sua óptica, as obras feitas servem de identificação nacional, por este motivo devem ser valorizadas e esta futura lei vai permitir dinamizar esta área da cultura e criar maiores condições para que os artistas possam desenvolver as suas actividades.

O encontro de auscultação, que teve lugar na União dos Escritores Angolanos, contou com a participação de artesãos, directores do Ministério da Cultura e convidados.