Ainda sobre o caso “Escuro not” do Puto Português - fãs e figuras públicas divididos

Ferramentas

As críticas contra o músico Puto Português não param, sendo que já circulam pelas redes sociais alguns insultos contra o artista, bem como a queima e abandono em caixote de lixo dos seus discos, mas algumas vozes já se têm pronunciado a favor do músico, defendendo ponderação acima de tudo.

No último fim-de-semana, por exemplo, alguns músicos angolanos publicaram nas redes sociais textos de encorajamento e solidariedade para com Puto Português, depois das declarações polémicas.

O cantor Anselmo Ralph escreveu: “muita força Puto Português e eu tenho a certeza que a minha Angola sabe perdoar. Escuro sim, tal como perdão sim".

Já a atriz  Sofia Buco, é de opinião que "o caso Puto Português foi com base numa brincadeira infeliz que fez com que tudo isso acontecesse. Também não fui de acordo com a brincadeira, também achei muito errado sim. Por isso apoiei a campanha "escuro sim" mas agora a situação está a chegar num ponto preocupante”, afirmou Sofia Buco, acrescentando que, não pode ficar na plateia simplesmente a olhar: “da mesma forma que eu disse ‘escuro sim’ também digo violência não’”, reforçou.

 Por sua vez, Preto Show, do grupo "The groove", deixou uma mensagem a felicitar Puto Português pelo show que o artista deu em Cabo Verde, e no final prometeu bloquear os seguidores e fãs que fizessem críticas sobre o seu colega. Em resposta, várias pessoas comentaram não só contra Puto Português, mas também contra si, atribuindo adjectivos ofensivos.