Coréon Dú teve dificuldades de pôr as músicas a tocar em Angola

Ferramentas

Os relatos e desabafos de músicos angolanos sobre as dificuldades que têm de pôr as suas músicas a tocar são antigos, sendo que esta situação afecta mais os novos talentos, grande parte deles ainda sem patrocínios nem influência ou amizades no seio dos radialistas. Entretanto, o músico angolano Coréon Du revelou que também viveu a mesma situação no início da sua carreira.

Aos trinta anos idade, e com uma vasta actividade no mundo do entretenimento, com destaque para a produção de telenovelas, filmes e documentários, isto para além da música, Coreón Du confessou à revista Caju que enfrentou alguma dificuldade de pôr as suas músicas a tocar cá em Angola, sendo que, graças à insistência do público, alguns meios se renderam e decidiram veicular os seus trabalhos. “Graças ao meu público. Acho que foi especialmente a insistência dele que acabou por convencer alguns meios a, pelo menos, dar o benefício da dúvida ao meu trabalho. Porque sei que sempre houve um ou outro radialista ou meio que acreditaram, mas na sua grande maioria tenho plena noção que não foi esse o caso”, desabafou.

Para Coreon Du, “existia um bocado de preconceito” para com o seu trabalho. “Acho que muitas pessoas às vezes confundem a dificuldade ou a facilidade aparente com a integridade artística”. Para ter acesso à entrevista completa, adquira o Jornal Sol de 12 de Junho. A revista Caju vem anexada a esta publicação.