Prémios Sirius implementam distinção para melhor empresa exportadora

Ferramentas

O Prémios Sirius vão implementar este ano a categoria de Melhor Empresa Exportadora, o décimo dos galardões que distinguem as entidades e empresas nacionais que se destacam ao longo de 12 meses.  

Segundo um comunicado de imprensa da organização disponibilizado na terça-feira, o evento irá distinguir a empresa nacional que, exportando produtos ou serviços, contribui de uma forma positiva para o esforço de equilíbrio da balança comercial do país, para a modernização do tecido empresarial angolano e para a criação de postos de trabalho.

“Os Prémios de 2016 serão, estamos seguros, mais uma excelente oportunidade para divulgar os valores de transparência e rigor e homenagear os melhores desempenhos no sector empresarial, em 2015, em Angola. Um contributo fundamental para a criação de uma cultura de excelência, que aponta um caminho virtuoso de criação de riqueza, capaz de melhor contribuir para a geração de bem-estar social para as gerações vindouras”, afirmou Manuel Nunes Júnior, Presidente do Júri, citado no comunicado.

Os nomeados para as categorias dos Prémios Sirius, seleccionados por um corpo independente e isento de jurados, do qual fazem parte Henda Inglês, José Severino, Laurinda Hoygaard, Manuel Alves Monteiro e Vera Daves, e que é presidido porManuel Nunes Júnior, serão conhecidos no início do mês de Novembro. O processo de identificação e análise das personalidades e empresas elegíveis para efeitos de nomeação e que suporta a decisão do Júri é realizado por uma equipa de profissionais da Deloitte e tem por base os critérios inscritos no Guia de Nomeação e no Regulamento dos Prémios.

A gala de entrega dos Prémios SIRIUS está agendada para o dia 24 de Novembro, em Luanda. O prémio já distingue nove categorias, dentre as quais constam a "Empresa do Ano do Sector Financeiro", "Melhor Gestor do Ano" e "Melhor Investimento Directo Estrangeiro".